Os Peixes que você encontra no recanto da cascata

Os peixes estão divididos entre nossos 4 lagos. Caso queira pescar um peixe especifico, fale conosco que iremos orientar em qual lago você vai encontra-lo.

Carpa

Peixe de boca pequena, sem dentes verdadeiros, rodeada de barbilhões curtos; alimenta-se de vegetais e outras substâncias. É ovíparo. Pode ter até 100 centímetros de comprimento. Possui carne de qualidade regular.

Curimba

A principal característica da família é a boca protrátil em forma de ventosa, com grandes lábios e pequenos dentes dispostos em fileiras e que pode se alongar e retrair conforme a situação. O corpo de coloração prateada escura é coberto com escamas ásperas e pode atingir até 80 cm de comprimento.

Dourado

Embora bastante semelhantes o Salminus brasiliensis é o maior da espécie e apresenta uma coloração dourada com reflexos avermelhados enquanto o Salminus maxillosus é dourado com as nadadeiras alaranjadas. As escamas apresentam um filete negro no meio que no conjunto formam listras dessa cor no sentido longitudinal, do dorso até à linha lateral. As fêmeas podem alcançar 1m de comprimento e pesar mais de 20 quilos.

Piau

Corpo alongado e afusado de coloração amarela com oito ou nove faixas escuras transversais sobre o corpo e 10 a 13, algumas não muito definidas, ambas com três faixas na cabeça que tem a parte inferior avermelhada. Boca pequena dotada de dentes incisivos. As nadadeiras são amarelas. Podem atingir 30 a 35 cm de comprimento.

Carpa Húngara

Carpa Húngara. É a espécie mais utilizada em cultivo em todo o mundo. Possui crescimento rápido, podendo em um ano atingir de 0.8 a 1kg. A alimentação natural é o zooplâncton e organismos bentônicos (fundo), como minhocas, larvas de insetos e pequenos moluscos. É uma espécie onívora e aceita bem alimentos artificiais, desde que pastosos e folhas tenras de vegetais. A qualidade da carne é satisfatória, mas espinhosa e com gosto específico, não havendo muita diferença entre as variedades comum e espelho.essa espécie vem sendo criada muito em tanque rede, pois em lago ela cava as paredes e o fundo. Seu peso final chega a mais de 8 Kg.

Matrinxã

Corpo de coloração prateada, alongado e pouco comprimido lateralmente, nadadeira caudal escura e as restantes alaranjadas. Mancha escura junto ao opérculo. Boca com dentes pontiagudos dispostos em várias fileiras no maxilar superior. Pode alcançar 60 cm de comprimento e pesar 5 kg.

Pintado

O corpo alongado e roliço sem escamas (de couro), de coloração acinzentada escura no dorso clareando em direção ao ventre onde pode chegar ao branco é coberto de máculas escuras de diferentes tamanhos e que também aparecem nas nadadeiras. Cabeça grande e achatada com barbilhões sensoriais. Pode atingir mais de 1,20 m de comprimento e pesar mais de 50 kg.

Tambacu

O tambacu é o híbrido mais comumente usado pelos produtores. Resulta do cruzamento induzido entre fêmea de tambaqui (colossoma macropomum) e macho de pacu (piaractus mesopotamicus). Em algumas pisciculturas brasileiras têm sido comprovados cruzamentos deste híbrido com as espécies originais (tambaquis e pacus). Possui hábitos alimentares idênticos aos dos seus ancestrais. As características gerais como formato, porte e cor acinzentada são mais próximas às do tambaqui (fêmea) que lhe deu origem. Muito conhecido e apreciado por frequentadores de pesque-pague, chegando a 1.2 Kg em um ano de cultivo, pode ultrapassar 25 Kg. Já foram encontrados exemplares com mais de 40 Kg.

Catfish

Espécie predadora que foi introduzida na aquicultura brasileira provocando muitas controvérsias. Permanece longo tempo vivo fora d'água, cavando tocas nos locais onde habita. Por ser uma espécie agressiva, interfere no comportamento de outros peixes que são mantidos no mesmo ambiente. Esta característica tem causado transtornos aos donos de pesqueiros que após misturar esta espécie com outras, observam uma diminuição na pesca.

Pacu

Tanto os do gênero Metynnis (21 espécies), quanto os do gênero Mylossoma (5 espécies) apresentam o corpo alto e comprimido lateralmente em forma arredondada ou ovalada, coberto de pequenas escamas. A cabeça e a boca dotada de fortes dentes molariformes dispostos em uma ou duas fileiras, são pequenas e as nadadeiras dorsal e anal estão situadas na parte posterior do corpo. A coloração depende de cada espécie e muitas vezes da água onde vivem. Espécies como o Pacu-borracha, apresentam manchas avermelhadas pelo corpo.

Tilápia

Corpo um pouco alto e comprimido lateralmente comum às mais de 100 espécies dos gêneros Oreochromis, Sarotherodon e Tilápia. No Brasil encontramos a Oreochromis niloticus (Tilápia do Nilo), que pode pesar até 5 Kg, Tilapia rendali (Tilápia rendali), Sarotherodon hornorum (Tilápia Zanzibar) e um híbrido desenvolvido em Israel para pisciculturas, a Saint-Peters.

Traíra

Corpo alongado e cilíndrico de coloração marrom ou preta com manchas irregulares mais claras e ventre esbranquiçado. Boca grande dotada de dentes caninos capazes de cortar como uma faca. As nadadeiras, características da espécie, são arredondadas à exceção da dorsal. Pode atingir até 60 cm de comprimento e pesar 3 Kg.